Categories
Destaques E-books

Histórico da Prevenção à Lavagem de Dinheiro

Nesse e-book, você encontrará uma seleção dos marcos históricos que moldaram as práticas de Prevenção à Lavagem de Dinheiro nos dias de hoje, como as principais legislações, grupos e órgãos nacionais e internacionais e casos relevantes da história. Clique aqui e acesse o ebook – Histórico PLD!

Categories
Artigos

Abordagem Baseada em Risco: conheça a ferramenta de monitoramento de transações mais completa do mercado

Os crimes de lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo podem comprometer a integridade do sistema financeiro. Por isso bancos, corretoras, seguradoras, financeiras e as demais que compõem o setor obrigado precisam adotar medidas diligentes no relacionamento com clientes e terceiros. 

De acordo com as normas regulatórias, estas instituições devem adotar políticas, procedimentos e controles internos compatíveis com seu porte e volume de operações, capazes de atender às exigências previstas na Lei nº 9613/98, revisada em 2012.

As novas exigências dos órgãos reguladores, a exemplo da Circular 3.978/20 do Bacen ou da Instrução 617/19 da CVM, reforçam também a importância dos cuidados que devem permear as relações mantidas pelas instituições financeiras. Elas passam a exigir que as instituições reguladas tenham pleno conhecimento de seus clientes, parceiros de negócio, funcionários e correspondentes, além da compreensão da natureza das atividades, a origem dos recursos e a idoneidade dos recursos.

Neste contexto, o uso da metodologia Abordagem Baseada em Risco (ABR), recomendação número 1 do Gafi, torna mais eficiente o combate e prevenção à lavagem de dinheiro, facilitando o tratamento de riscos identificados, uma vez que possibilita a implementação de ações de PLD-FT proporcionais ao risco de cada cliente. 

Risk Money Monitor trabalha com a metodologia da Abordagem Baseada em Risco 

Ciente da importância da ABR na mitigação de riscos relacionados à lavagem de dinheiro, financiamento do terrorismo e fraudes, a AML desenvolveu o Risk Money Monitor, plataforma de monitoramento de cadastros e transações financeiras para a detecção de situações suspeitas desses crimes. 

Geração de alertas

O sistema foi desenvolvido para atender a todas as instituições do mercado financeiro e aquelas

gafii-9001914

que estão sujeitas às obrigações impostas pela lei.  De maneira geral, a plataforma facilita a realização de tarefas complexas como a identificação de movimentações financeiras atípicas. Seu uso garante que a instituição receba em um único aviso todas as informações necessárias, ou seja, uma visão completa do quadro a ser analisado. Isso significa que a área de PLD-FT terá em mãos todos os recursos necessários para tomar a devida diligência nos casos detectados pelo sistema.

Destaca-se aqui a geração de alertas que funcionam em sintonia com os enquadramentos estabelecidos pelos órgãos reguladores, produtos, políticas, normas e riscos da instituição.

Um outro ponto relevante tem a ver com a integração de dados fornecidos pelas listas restritivas, como mídia, PEP, terrorismo, entre outras. O Risk Money Monitor também armazena as informações referentes às ações de monitoramento, análises realizadas e comunicações feitas à UIF, o que pode ser útil em casos de auditoria externa ou interna.  

Principais vantagens do Risk Money Monitor

Com uma navegação fácil e intuitiva, o Risk Money Monitor possibilita que a instituição configure as regras de alertas de acordo com a sua realidade, ou seja, o usuário pode estabelecer seus próprios critérios de monitoramento. Além disso, ele facilita a construção de relatórios gerenciais e a gestão dos cadastros.

Quer conhecer mais sobre os benefícios desta solução? Entre em contato com os especialistas da AML, que irão lhe apresentar a ferramenta e esclarecer todas as suas dúvidas.

banner-rm

Categories
Artigos Avaliação de Risco

Como otimizar tempo em análise de riscos e aumentar a assertividade no tratamento de dados?

O mercado financeiro e todas as empresas fiscalizadas pelo Banco Central precisam seguir uma série de medidas contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo. A base normativa encontra-se na Lei nº 9.613/98, posteriormente atualizada pela Lei nº 12.683/2012. Nesta legislação estão as diretrizes e principais políticas que de PLD-FT, incluindo a implementação de programas capazes de identificar seus clientes, atualização de cadastros, detecção de transações que possam configurar indícios de lavagem de dinheiro e a revisão dos programas de internos. 

Todavia, no âmbito de prevenção e combate à lavagem de dinheiro, o volume de operações realizadas diariamente no sistema financeiro pode ser encarado como um dos fatores que dificulta as políticas internas de PLD-DT; principalmente se a empresa não conta com o apoio de soluções inteligentes que auxiliem no processo de mineração e tratamento de dados.

Com o uso de tecnologias, é possível consultar, de maneira automática, centenas de fontes e checar a integridade de um determinado cliente. Ela também auxilia nos processos de seleção e a análise de operações e situações consideradas atípicas ou suspeitas.

 

Conheça a principal ferramenta de tratamento de dados

Pensando em facilitar a rotina de quem trabalha na área de PLD-FT, a AML desenvolveu o AML Due Diligence, maior e mais completo banco de dados reputacional da América Latina. Composto por cinco módulos (Mídia Tratada e Listas de Sanções Nacionais, Pessoas Expostas Politicamente, Listas Restritivas Internacionais, Consultas em Diários Oficiais e Informações Socioambientais), garantindo mais 99% de assertividade em pesquisas com a atribuição de CPF e CNPJ, tornando a avaliação de cadastros mais rápida e segura.

Banner E-book PEP

O AML Due Diligence auxilia na realização de processos de diligência, poupando esforços e recursos no tratamento de dados e análises de falsos positivos, pois a mineração é feita previamente por uma equipe de especialistas que selecionam, avaliam e cadastram cada perfil de acordo com a informação desabonadora com a qual ele foi associado.

O banco de dados é atualizado diariamente, garantindo o acesso às informações reais e fidedignas sobre pessoas e instituições. Deve ser utilizado para mitigar riscos de imagem, de maneira que a instituição evite negócios com pessoas e organizações que possam estar envolvidas com a lavagem de dinheiro e os outros crimes conexos com esta prática. Além de ajudar a empresa a prevenir perdas decorrentes de fraudes.

Por fim, ajuda o setor obrigado cumprir com as normas regulatórias, evitando sanções e multas.

 

Ecossistema completo de PLD/FT

Nosso compromisso é proporcionar as melhores soluções e ser a primeira referência de mercado na gestão de risco reputacional.

Tecnologia e Soluções que incluem Avaliação Interna de Risco, Avaliação de Efetividade, dentre outras funcionalidades, em conformidade com Bacen 3.978, CVM 617 e Susep 612.

Agora que você já viu o quanto é essencial contar com o apoio de uma solução tecnológica no tratamento de dados, que tal conhecer mais sobre nossas soluções?

 

AML Due Diligence – Maior banco de dados reputacional do país

Ferramenta para avaliação e classificação de risco de clientes, com foco em PLD/FT, Anticorrupção e Combate a Fraudes.

AML Monitor – Monitoramento de operações suspeitas

Tecnologia para monitoramento e geração de alertas, com foco em PLD/FT, Anticorrupção e Combate a Fraudes.

AML Integridade – Due Diligence de Colaboradores e Terceiros

Plataforma para auxílio aos Programas de Conhecimento, integrada ao AML Due Diligence e adaptável à instituição.

AML Avaliação Interna de Risco

Única solução para dimensionar e identificar riscos jurídicos, financeiros, reputacionais, socioambientais e PEPs de acordo com as novas normas.

Capacitação – Treinamentos Online e Cursos in Company

Conteúdos para PLD/FT, Anticorrupção e Combate a Fraudes, customizados para as necessidades da instituição.

Lista PEP – Pessoa Exposta Publicamente

Mais de meio milhão de perfis CPF / CNPJ e em conformidade com a Circular 3.978 do Bacen, Instrução CVM 617 e demais reguladores.

Entre em contato conosco para entender como podemos auxiliar na gestão dos riscos financeiros, regulatórios e reputacionais de sua empresa.

 

Categories
Artigos

4 práticas de Know Your Costumer essenciais para o seu programa de PLD-FT

A informação é o ativo essencial na detecção de casos de lavagem de dinheiro. É por meio dela que as empresas conseguem evitar que seus serviços e produtos sejam utilizados no branqueamento de recursos. Nesse cenário, as empresas são corresponsáveis pela integridade do sistema financeiro, o que implica o cumprimento de uma série de medidas voltadas a este propósito, dentre elas a implementação de um programa Know Your Customer (Conheça o seu Cliente).

Por exemplo, a Lei Nº 9.613/98, revisada em 2012, apresenta obrigações que devem ser seguidas por instituições e empresas que lidam com altas quantias de valores ou que comercializam bens de luxo como carros, barcos, joias, artes etc. Elas devem adotar políticas, procedimentos e controles internos que lhes permitam, por exemplo, compreender a origem dos recursos utilizados ou movimentados pelos seus clientes.

Neste contexto, o programa Know Your Customer é essencial, pois trata de um conjunto de regras e normas que permite conhecer, avaliar e monitorar comportamentos e atividades dos clientes. Por meio dele, é possível verificar veracidade das informações fornecidas pelo cliente, sua área de atuação ou o tipo de negócio desenvolvido, assim como a sua credibilidade e os riscos associados à lavagem de dinheiro.

Conheça abaixo as 4 práticas de Know Your Customer que visam o combate à lavagem de dinheiro:

1. Cadastro

A lei diz que as empresas devem identificar seus clientes e manter seu cadastro sempre atualizado. Além disso, informações sobre sua identidade, endereço e outros dados são essenciais para uma análise de risco, que determinará o futuro da relação comercial com este cliente, caso seja identificado alguma atividade ilegal relacionada a ele.

2. Qualificação e classificação dos clientes

De acordo com o Banco Central, as instituições financeiras e todas aquelas que estão sujeitas a sua

ajustado-9963414

fiscalização, precisam adotar procedimentos que permitam qualificar e classificar os seus clientes por meio da coleta, verificação e validação de informações compatíveis com o perfil de risco e com a natureza da relação de negócio.

3. Monitoramento de operações e situações suspeitas

Segundo a proposta de circular do edital 70 do Bacen, as instituições fiscalizadas deverão implementar procedimentos de monitoramento e seleção de operações e serviços contratados. A fim de detectar indícios de lavagem de dinheiro, esses procedimentos deverão considerar as partes envolvidas, os valores, as formas de realização e os instrumentos utilizados.

4. Comunicação de operações e situações suspeitas

Este processo deve ser conduzido pela instituição a partir do momento que ela detectar atipicidades nas operações de seus clientes. As comunicações devem ser feitas à UIF (Unidade de Inteligência Financeira), dentro do prazo mínimo de sessenta dias, contados a partir da data de ocorrência da operação ou da situação.

Ao optar por estratégias como o Know Your Customer, sua empresa eliminará uma série de riscos relacionados à lavagem de dinheiro, além de mitigar riscos reputacionais e legais.  Para isso, é preciso estruturar um programa KYC robusto, com auxílio de soluções inteligentes.

Há 10 anos, a AML desenvolve tecnologias adequadas que facilitam a aplicação de ações voltadas para a gestão de riscos financeiros, reunindo informações que abarcam Mídia Tratada, Listas Restritivas nacionais e internacionais, lista PEP e outras fontes. Sendo possível identificar, por exemplo, se um determinado perfil está envolvido em crimes econômicos e infrações penais antecedentes à lavagem.

Quer conhecer mais sobre os produtos? Entre em contato com a nossa equipe comercial  e descubra como nossas soluções podem ajudar a sua instituição na estruturação do Know Your Customer.

Banner Risk Money Due Diligence