Você consegue mensurar quanto custa a reputação de sua empresa?

Entenda por que a sua empresa deve ficar atenta ao risco de imagem

A imagem de uma empresa é composta por meio dos relacionamentos que ela estabelece com funcionários, clientes, fornecedores e parceiros de negócios. Para evitar o risco reputacional, é importante se atentar às pessoas que têm interesse em assinar contrato com a sua instituição, pois estas podem estar vinculadas com algum crime, seja de caráter financeiro ou reputacional.

Ganhar confiança e tornar a marca conhecida no mercado é algo conquistado ao longo de muitos anos. Ao entrar em uma crise de imagem, todo o trabalho pode ser desfeito rapidamente.

Porém, a maior preocupação com a reputação é algo recente entre as empresas. Anteriormente, as instituições não se atentavam com a devida diligência para os crimes relativos à lavagem de dinheiro, ao financiamento do terrorismo, ou de corrupção e responsabilidade socioambiental. Isto porque associavam a palavra ‘risco’ com crimes que causassem danos diretos, como a fraude financeira.

Com a criação da Lei 9.613/1998, de prevenção e combate à lavagem de dinheiro, pessoas jurídicas passaram a ser obrigadas a monitorar, identificar e reportar operações financeiras suspeitas a órgãos reguladores, como o COAF (Conselho de Combate de Atividades Financeiras). Além da preocupação em cumprir a lei para evitar sanções legais, as empresas também começaram a se importar com a reputação, temendo que informações desabonadoras fossem repercutidas no mercado.

images-4-9869847

O caso da Operação Lava-Jato chamou atenção no mercado justamente por envolver empresas públicas e privadas em crimes de corrupção e lavagem, de dinheiro, cujos nomes foram reportados constantemente na mídia. Diante desta situação, sócios vinculados a estas instituições desfizeram negócios com receio de mancharem a própria imagem, generalizando ainda mais a crise da organização envolvida com o crime. 

O conceito de risco foi ampliado com a chegada da Política de Responsabilidade Socioambiental. A Resolução 4.327/2014, do Banco Central do Brasil, obriga as empresas a se atentarem com clientes suspeitos de cometerem crimes ambientais ou sociais, como desmatamento e trabalho escravo. Além dessas infrações, que são antecedentes à lavagem de dinheiro, o atual mercado também entendeu que estar envolvido com qualquer fato desabonador, não somente o financeiro, pode manchar sua reputação.

Quanto custa a imagem de sua empresa?

Preocupada com os riscos reputacionais que podem ameaçar seus negócios, a AML desenvolveu a solução Risk Money Due Diligence, plataforma inovadora e mais completa do mercado no que se refere à gestão de riscos reputacionais. 

A ferramenta oferece mais de 1 milhão de perfis CPF e CNPJ, lista PEP abrangente e que atende às novas exigências da nova Circular 3978 do Bacen, score para avaliação interna de risco, mídia negativa para PLD/FT e alinhada à metodologia de Abordagem Baseada em Risco – ABR, 1ª recomendação do Gafi (Grupo de Ação Financeira Internacional).