Um terço do Congresso é acusado de corrupção, lavagem ou outros crimes


Segundo levantamento do Estadão, um terço do novo Congresso é acusado de crimes como corrupção, lavagem, assédio sexual, estelionato ou é réu em ações por improbidade administrativa com dano ao erário ou enriquecimento ilícito.

No total, são 160 deputados e 38 senadores.