Suspeitos de estelionato são presos ao tentarem sacar R$ 700 mil com documentação falsa

Segundo a polícia, os suspeitos confessaram ser 'laranjas' de uma associação criminosa e que receberiam 10% do valor


Dois suspeitos de estelionato foram presos nessa sexta-feira (1º) pelo Grupo de Apoio Operacional (GAO) dentro da agência do Banco do Brasil da Piçarra, Zona Sul de Teresina. Segundo a polícia, a dupla tentou sacar R$ 700 mil com documentação falsa.

“Há duas semanas, a gerente do banco entrou em contato com a polícia informando que pessoas com documentação tentaram sacar dinheiro da conta de uma mulher falecida. Os suspeitos se passavam por familiares e apresentavam uma procuração falsa do cartório do Maranhão”, contou o comandante do GAO, Joatan Gonçalves

De acordo com Joatan, a gerência do banco retornou na sexta-feira contando da possibilidade dos suspeitos irem até a agência. Os policiais montaram campana e deram voz de prisão quando os homens tentavam sacar novamente o dinheiro.

“Eles confessaram ser laranjas de uma associação criminosa e que receberiam 10% do valor, mas que o dinheiro não seria sacado todo de uma vez. Não sabemos se as identidades deles são verdadeiras, por isso foram encaminhadas para perícia”, informou Joatan Gonçalves.

O caso será investigado pelo 6º Distrito Policial, que deve apurar a participação de mais pessoas envolvidas no crime e descobrir como os suspeitos tiveram acesso as informações da conta da vítima. Os homens presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Teresina.