Seis são presos por suspeita de fraudes financeiras pela internet

Prisões ocorreram na Bahia e no Rio Grande do Sul, segundo a polícia. Quadrilha teria causado rombo de mais de R$ 1 milhão em 2010.


Seis pessoas foram presas, nesta terça-feira (11), suspeitas de integrar uma quadrilha que vem cometendo fraudes no sistema financeiro pela internet. As prisões ocorreram na Bahia e no Rio Grande do Sul. Outros dois mandados de prisão ainda devem ser cumpridos.

"Começamos investigando fraudes bancárias via internet, transferências indevidas, e acabamos descobrindo outros braços da quadrilha, que também atua na falsificação de cheques e de cartões de crédito. Estimamos um rombo de mais de R$ 1 milhão em 2010", diz ao G1 o delegado Emerson Wendt, diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos.

Segundo a Polícia Civil, a quadrilha começou a ser investigada em agosto de 2010. O grupo atuava na captura de senhas e números de contas de usuários de Internet Banking. Os valores eram transferidos para contas de "laranjas", que recebiam parte do dinheiro obtido com a fraude.

Com os suspeitos foram apreendidos computadores, máquinas de cartão de crédito, celulares, notebooks, faturas, cartões de crédito e documentos

A Operação Socialengenharia.com é realizada por 45 agentes do Departamento Estadual de Investigação Criminal (Deic), coordenados pelo diretor do Deic, delegado Guilherme Yates Wondracek, pelo diretor do Gabinente de Inteligência e Assuntos Estratégicos, delegado Emerson Wendt, e pelo titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, delegado Marcínio Tavares Neto.