Réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Collor presta depoimento no STF


O senador e ex-presidente da República Fernando Collor de Mello (PROS-AL) presta depoimento na manhã desta quarta (13) no Supremo Tribunal Federal (STF). O parlamentar responde por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e comando de organização criminosa na Operação Lava Jato e é réu desde 2007.

Segundo delatores ouvidos pelo Ministério Público, Collor recebeu mais de R$ 20 milhões em propina para facilitar contratos da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. Os supostos pagamentos ao doleiro Alberto Youssef, seu auxiliar Rafael Ângulo e ao dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, foram feitos entre 2010 e 2014.

O senador concede o depoimento desde às 9h a um dos juízes substitutos da Corte, numa sala do STF a portas fechadas.