Presos 4 vereadores acusados de negociar projetos em SC


Quatro vereadores foram presos na manhã desta quinta-feira na cidade de Maravilha, localizada a cerca de 570 km ao oeste de Florianópolis, acusados de negociar a aprovação de projetos de loteamentos imobiliários na cidade. Os parlamentares foram detidos após força tarefa realizada pelo Ministério Público de Santa Catarina. Dez mandados de busca apreensão e cinco prisões foram realizados pela manhã.
 
Além dos quatro vereadores, que integram a Mesa Diretora e não tiveram a identidade divulgada pelo MP, um comerciante também acabou preso temporariamente. O Ministério Público informou em nota que não serão fornecidos maiores detalhes das prisões para "não atrapalhar as investigações".
 
A Operação Parlamento apura casos de suposta venda de aprovação de projetos que necessitariam ser submetidos à apreciação da Câmara de Vereadores. Os suspeitos podem responder por concussão e corrupção passiva, além de lavagem, ocultação de dinheiro e formação de quadrilha.