Policiais prendem quadrilha que furtava caixas eletrônicos


Após nove meses de investigação, a Delegacia de Repressão ao Roubo (DRR), da Polícia Civil, prendeu na noite de ontem (5), um grupo responsável por arrombar e furtar caixas eletrônicos do Banco do Brasil e Santander.

Ao saberem da última incursão do grupo em um banco na Universidade de Brasília, a polícia se dirigiu à casa do mentor Paulo Sérgio Barteli, localizado no Valparaíso II. Lá, o grupo estava reunido para um churrasco em comemoração ao sucesso do crime.

Durante a operação, um dos ladrões ao tentar fugir levou um tiro de raspão. Foram apreendidos no local, cerca de R$ 80,5 mil dentro de um cofre, quatro veículos comprados com o dinheiro dos crimes e as ferramentas utilizadas nas ações.

Os envolvidos Renan Michel Pereira dos Santos, Odinei Mendes, Maurício Rodrigues da Silva, Aloir Gomes Pessoa e Adriano França Magalhães, este último responsável pelo gerenciamento logístico das ações, foram presos e acusados de furto qualificado e formação de quadrilha. As penas podem variar de oito a 11 anos de prisão.