Polícia prende um dos chefes do cartel La Família Michoacana


Um dos supostos líderes do cartel de drogas La Família Michoacana, Alberto Morales, foi preso por agentes federais na região central do México, segundo informou uma fonte oficial.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que Morales ocupava o comando do cartel nas localidades de Acalpican e Playa Azul, na região do município de Lázaro Cárdenas, no Estado de Michoacán, após a prisão de Sergio Moreno em novembro de 2010.

Morales, conhecido como El Hunter, foi detido na sexta-feira (4) na cidade de Tumbiscatío, no mesmo Estado. De acordo com as investigações da secretaria, ele era responsável pelo tráfico de armas e pela extorsão de comerciantes.

Morales é o sexto chefe do narcotráfico da região a serviço do La Família Michoacana que é detido pela Polícia Federal do México.

Neste domingo, a Procuradoria Geral do país informou que Sandra Ávila Beltrán, conhecida como A Rainha do Pacífico, foi condenada pela justiça de Jalisco a um ano de prisão por posse de armamento de uso exclusivo do Exército.

Ávila, que é considerada a peça-chave no tráfico de drogas entre a Colômbia e o México, está presa desde 2007 e já cumpriu duas condenações. Em dezembro, ela foi absolvida de acusações de narcotráfico e de crime organizado.

Ela também enfrenta um processo judicial para ser extraditada para os Estados Unidos, onde é acusada de entrar com drogas no país. A Rainha do Pacífico é considerada a encarregada pelas relações públicas do cartel de Sinaloa e sua defesa já venceu duas instâncias do julgamento de extradição.

Ávila foi presa junto com o colombiano Juan Diego Espinosa, conhecido como O Tigre. Em 2008, ele aceitou ser extraditado para os Estados Unidos.

Há alguns dias, a diretora da penitenciária de Santa Martha Acatitla, na Cidade do México, onde Ávila está presa, foi destituída de seu cargo após surgir a denúncia de que a criminosa recebeu tratamento estético com botox no rosto por parte de um médico de fora do presídio.