Polícia faz operação contra organização suspeita de lavagem de dinheiro no RS e em SC

Foi determinado pela Justiça o bloqueio de bens e imóveis dos 26 investigados, entre pessoas físicas e empresas.


A Polícia Civil realiza na manhã desta quinta-feira (25) uma operação contra uma organização criminosa suspeita dos crimes de lavagem de dinheiro no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

No Rio Grande do Sul, os mandados judiciais são cumpridos em Canoas, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e São Leopoldo. De acordo com o delegado responsável, o alvo principal da operação é um traficante de médio porte que atua na Região Metropolina de Porto Alegre, mas com relações com um traficante de Bagé, na Fronteira Oeste do estado.

“Ele fornece drogas para esse traficante de Bagé que faz pagamento com depósitos em contas de laranjas. Familiares emprestavam contas para o traficante”, explica o delegado.

Segundo Bringhenti, o homem que foi preso na operação nesta manhã, em São Leopoldo, é um desses laranjas. Com ele foram apreendidas duas pitolas e munições.

Na operação, que recebeu o nome de Altíssimo, são cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, sequestro de 12 veículos, bloqueio de contas, quebra de sigilo bancário e financeiro, entre outras medidas.

Foi determinado pela Justiça ainda o bloqueio de imóveis dos 26 investigados, entre suspeitos e empresas.