Polícia Civil faz operação contra traficantes que lavavam dinheiro com lojas de fachada em Gramado

Segundo investigação do Denarc, facção criminosa com base em Porto Alegre estava financiando traficantes da Serra


Uma operação da Polícia Civil foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (19) em Gramado, na Serra, contra traficantes da região que estavam sendo financiados por uma facção criminosa que tem base na zona leste de Porto Alegre. O grupo recebia apoio na compra de armas e de drogas, além da criação de lojas de fachada para a lavagem de dinheiro. Cerca de 100 policiais cumpriram 25 mandados judiciais. Onze suspeitos foram presos, além da apreensão de armas, de um veículo e de pequena quantidade de drogas.

A investigação é da 1ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) em parceria com a Delegacia Regional de Gramado. O delegado Guilherme Calderipe, responsável pela investigação, diz que foram mapeados diversos pontos de venda de drogas, bem como estabelecimentos comerciais suspeitos. O objetivo é desarticular o esquema de tráfico e tentar impedir o avanço da organização criminosa para a Serra. A primeira parte da investigação está sendo realizada nesta quinta e, em um segundo momento, o foco será apenas a lavagem de dinheiro para descapitalizar o grupo criminoso.

Calderipe informou que a investigação durou seis meses e neste período foi confirmado que os traficantes compraram um restaurante e uma loja de roupas em um dos principais centros comerciais de Gramado para lavagem de dinheiro. Além disso, realizavam uma espécie de drive-thru das drogas nos bairros Moura, Carniel e Piratini. Em determinadas ocasiões, havia vários carros fazendo fila para compra de entorpecentes. Para outras regiões da cidade, os traficantes faziam inclusive tele-entrega.