PF investiga lavagem de dinheiro, sonegação fiscal e fraudes na Região Norte do RS

Ação acontece em Marau, Vila Maria, Serafina Correa e Casca. Empresário é suspeito de praticar crimes de lavagem de dinheiro, sonegação tributária, fraude à execução e fraude contra credores.


Agentes da Polícia Federal cumprem seis mandados de busca e apreensão nos municípios de Marau, Vila Maria, Serafina Correa e Casca, na manhã desta quarta-feira (27). Segundo a investigação, um empresário é suspeito de praticar os crimes de lavagem de dinheiro, sonegação tributária, fraude à execução e fraude contra credores.

Segundo a polícia, em 2011 o investigado, natural de Marau, era proprietário de empresa de coleta de lixo e prestava serviços a diversos municípios da Região Norte do estado. Usando a empresa, ele omitiu contribuições previdenciárias e outros tributos, passando a ocultar o seu patrimônio ao abrir outras empresas, registradas em nome de sua empregada doméstica, que era utilizada como “laranja”.

O objetivo do empresário seria garantir os seus bens, mas não pagar os tributos devidos.

A investigação, iniciada ainda em 2007, ainda dá conta da existência de dívidas com ações trabalhistas de ex-colaboradores que supera o valor de R$ 2,5 milhões.

Além disso, investigados e empresas possuem mais de R$25 milhões pendentes em tributos sonegados perante a União.