PF deflagra “Operação Ablutio” para combater lavagem de dinheiro em Ivinhema


A Operação Ablutio, deflagrada nesta terça-feira pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e Receita Federal, combate crimes de falsidade ideológica, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro em Ivinhema.

Serão cumpridos cinco mandados de prisão temporária e sete mandados de busca e apreensão. As ordens foram expedidas pelo juiz Alexandre Antunes da Silva, da comarca de Campo Grande. As buscas também serão realizadas na sede de três empresas de Ivinhema.

Durante as investigações de quatro meses, surgiram indícios de fraudes fiscais. Há ainda o cumprimento de ordem judicial de bloqueio de diversos imóveis pertencentes a uma incorporadora de propriedade dos investigados, empresários envolvidos em diversas transações imobiliárias suspeitas.

Participam da ação dois promotores, 21 policiais militares e nove auditores fiscais da Receita Federal. Ablutio, nome dado à operação policial, é termo em latim que significa “lavagem”.