PF da Bahia faz operação contra quadrilha de caça-níqueis


A Polícia Federal da Bahia deflagrou na manhã desta quarta-feira a Operação Reset, que visa o combate de um grupo criminoso organizado voltado à exploração de máquinas caça-níquel além de corrupção ativa e passiva, crimes de falsidade, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e crime contra a economia popular. Foram cumpridos 14 mandados de prisão e 37 mandados de busca e apreensão. 
 
Os envolvidos e suas empresas já foram alvo de investigação da Polícia Federal, na Operação Aposta em 2007. Tais companhias possuem toda estrutura necessária para explorar pontos de jogos eletrônicos, criando desde os softwares dos jogos instalados, fabricando as estruturas de madeira, montando os kits com as peças eletrônicas, transportando, instalando e dando manutenção as máquinas.
 
Estima-se que o número de máquinas de caça-níquel distribuídas em todo o Estado já passe das 20.000 máquinas. O faturamento gira em torno de R$50 milhões por ano.