PF caça traficantes com conexão com a Bolívia


A Polícia Federal de Mato Grosso do Sul desencadeou na madrugada de hoje a “Operação Quijarro”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de cocaína, através da fronteira de Mato Grosso do Sul e Corumbá.
 
A droga é distribuída para vários estados a partir de Campo Grande, em especial Santa Catarina. As investigações constataram a troca de veículos por drogas, a contratação de “mulas” para transportar drogas no organismo, entre outras modalidades de tráfico. 
 
De acordo com a PF, a quadrilha praticava sequestro, coação moral e violência física contra seus próprios componentes. Um dos traficantes chegou a ter as mãos perfuradas com uma furadeira elétrica por ter perdido certa quantidade de droga. A vítima, com temor de represálias, registrou Boletim de Ocorrência na Policia Civil como se tivesse sofrido violência de um suposto agiota. 
 
Mais de 70 policiais estão mobilizados na operação para cumprir Mandados de Busca e Apreensão em Corumbá, Ladário, Campo Grande, Balneário Comboriú, Navegantes e Itajaí, em Santa Catarina. 
 
Nos últimos meses, cerca de 100 quilos de cocaína foram apreendidos e 10 traficantes pertencentes a esta quadrilha foram presos e dos Mandados de Prisão expedidos hoje cinco são para pessoas que já estão em presídios de Mato Grosso do Sul. Isso possibilitou que a Polícia Federal mapeasse a forma de atuação de quadrilha que foi desmantelada hoje.