Operação do GAECO/ MPES flagra mala lotada de dinheiro no Sul do Estado

A ação, denominada Operação Guaporé, conta com a participação de agentes do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, seis policiais militares, dois promotores de Justiça e oito auditores fiscais da Receita Estadual


 Uma mala lotada de dinheiro falso foi descoberta durante uma operação do Ministério Público do Espírito Santo (MPES) que visa a desarticular fraudes fiscais em empresas do setor cafeeiro localizadas nas cidades de Ibitirama, na Região Sul do Estado. Agentes estão nas ruas dos dois municípios vasculhando documentos em estabelecimentos e residências.

A ação, denominada Operação Guaporé, é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Central) e conta com a participação de agentes do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, seis policiais militares, dois promotores de Justiça e oito auditores fiscais da Receita Estadual.

Segundo o Ministério Público, o objetivo da investigação é desarticular uma associação criminosa composta por empresários, “laranjas” e contadores, que atua prioritariamente fraudando o fisco em empresas do setor.

Mandados de Prisão e de Busca e Apreensão 

São cumpridos seis mandados de prisão temporária e oito de busca e apreensão nas residências dos investigados e nas sedes das empresas, expedidos pelo Juízo da 2ª Vara de Iúna. Além da mala com as cédulas falsas, o agentes apreenderam documentos, telefones celulares e computadores.