Operação contra fraude financeira prende mais de 50 na Espanha


Mais de 50 pessoas foram detidas nesta terça-feira em diversas regiões da Espanha em uma operação contra pequenas corretoras ilegais (conhecidas no país como "chiringuitos" financeiros), que contou com a cooperação das polícias do Reino Unido e dos Estados Unidos.

Fontes da investigação informaram à Agência Efe que as prisões foram efetuadas em províncias como Barcelona, Madri e Málaga e que a operação está sendo coordenada por um tribunal da Audiência Nacional espanhola.

A investigação continua e o tribunal decretou segredo de justiça sobre a atuação da polícia, que está realizando revistas e inspeções, segundo a fonte.

Os detidos, a maioria estrangeiros radicados em Barcelona, são acusados de apropriação indébita e lavagem de dinheiro, pois supostamente captavam investimentos no exterior, principalmente de cidadãos britânicos e americanos, oferecendo grandes lucros em ações que não existiam.

Segundo fontes ligadas ao caso, os responsáveis pelo golpe ficavam com todo o dinheiro arrecadado e o cliente perdia seu investimento.

Além de efetuar as prisões, a polícia espanhola também está revistando os domicílios dos detidos e escritórios de advocacia onde o golpe era realizado. EFE