MP denuncia 25 pessoas por suspeita de fraude em ações de marketing do Banrisul

Suspeitos foram denunciados por formação de quadrilha, peculato, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e corrupção passiva


O Ministério Público denunciou 25 pessoas por suspeita de envolvimento em um esquema de superfaturamento de ações de marketing do Banrisul, investigado na Operação Mercari. A denúncia, com 375 folhas, foi encaminhada na segunda-feira para a Justiça e está sendo analisada na 6ª Vara Criminal do Fórum Central.

Os denunciados foram enquadrados em crimes como formação de quadrilha, peculato, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e corrupção passiva.

A apuração vinha sendo feita por uma força-tarefa do MP, Polícia Federal (PF), Ministério Público de Contas e Tribunal de Contas do Estado.

A denúncia teve como base o inquérito feito pela PF, que tem 51 volumes e no qual também foram indiciadas 25 pessoas.

A investigação teve início em 2009 e, em setembro do ano passado, resultou na Operação Mercari, em que chegaram a ser presos em flagrante dois dirigentes de agências publicitárias, Armando D