Lula investe 78% do seu patrimônio de R$ 8 milhões em previdência privada

O ex-presidente é o terceiro candidato mais rico e investe em aplicações financeiras conservadoras. Veja como os candidatos investem seu dinheiro


São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT a presidente, declarou patrimônio de 8 milhões de reais ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Terceiro candidato mais rico, atrás de João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB), ele investe 78% do valor declarado em previdência privada.

Ao analisar suas aplicações financeiras, quase todas são de renda fixa, consideradas mais conservadoras.

Além dos 6 milhões de reais aplicados em um fundo de previdência VGBL, o ex-presidente investe 6 mil reais em um fundo de curto prazo, 5 mil reais em aplicações de renda fixa como CDBs e 4 mil reais na poupança. Lula aplica, ainda 625 reais em um fundo imobiliário, seu único investimento de renda variável, mais arriscado.

O patrimônio de 8 milhões de reais do ex-presidente é quase dez vezes maior do que era no seu último informe eleitoral de bens, em 2006, ano em que disputou a reeleição. Além dos investimentos, o restante do seu patrimônio está em imóveis, veículos, participação em empresas com responsabilidade limitada (Ltda).

Lula está preso desde 7 de abril devido à condenação em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). Sua candidatura corre risco de ser barrada, devido à Lei da Ficha Limpa. O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi apresentado ao TSE como vice na chapa.

Onde os candidatos investem
A seguir, confira o patrimônio e os investimentos declarados ao TSE de cada candidato à presidência, além de Lula. Os candidatos estão listados conforme o tamanho do seu patrimônio.

João Amoêdo (Novo)
Patrimônio: R$ 425 milhões

Investimentos: R$ 217 milhões em aplicações de renda fixa, R$ 55 milhões em fundos de investimento como FIDCs e fundos de ações, R$ 59 mil na poupança e R$ 1.298 reais em ações.

Henrique Meirelles (PMDB)
Patrimônio: R$ 377 milhões

Investimentos: R$ 283 milhões em ações, R$ 58 milhões em fundos de longo prazo e FIDCs, R$ 60 mil em outros fundos e R$ 223 mil em aplicações de renda fixa.

Álvaro Dias (Podemos)
Patrimônio: R$ 2,8 milhões.

Investimentos: R$ 255 mil em ações e R$ 2 mil em outras aplicações.

Jair Bolsonaro (PSC)
Patrimônio: R$ 2,2 milhões.

Investimentos: R$ 487 mil na poupança, R$ 85 mil em aplicações de renda fixa, R$ 1 mil em ações.

Ciro Gomes (PDT)
Patrimônio: R$ 1,6 milhão.

Investimentos: R$ 207 mil em créditos e poupanças.

Geraldo Alckmin (PSDB)
Patrimônio: R$ 1,3 milhão.

Investimentos: R$ 480 mil em previdência privada, R$ 218 mil em fundos de investimento de curto prazo e R$ 6 mil em ações.

Marina Silva (Rede Sustentabilidade)
Patrimônio: R$ 118 mil

Investimentos: R$ 7 mil em aplicações de renda fixa e R$ 4 mil na poupança.

Vera Lúcia (PSTU)
Patrimônio: R$ 20 mil

Investimentos: Não tem.

Guilherme Boulos (PSOL)
Patrimônio: R$ 15 mil

Investimentos: Não tem.