Lavagem de dinheiro gira até US$ 2 tri/ano

De acordo com a ONU, negócios ilegais equivalem a até 5% do PIB do mundo


Brasília – A lavagem de dinheiro no mundo movimenta entre US$ 800 bilhões e US$ 2 trilhões por ano. A estimativa é do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc). Esses valores equivalem de 2% a 5% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial.

“O público não sabe que, por trás da lavagem de dinheiro, estão o crime organizado transnacional, o tráfico de drogas e de armas, bem como o tráfico de pessoas e a corrupção. É um crime que aparenta não ter vítimas, por isso, é importante conscientizar todos que a lavagem de dinheiro permite aos criminosos desfrutar as riquezas ilegais e empreender novos ilícitos”, alertou o representante da Unodc no Brasil, Rafael Franzini, segundo a Agência Brasil.

Os números foram divulgados nesta terça-feira, quando Unodc e instituições brasileiras que compõem a Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla) celebram o "Dia Nacional de Prevenção à Lavagem de Dinheiro". O objetivo da data é promover a cultura da legalidade e conscientizar a sociedade sobre os problemas decorrentes desse crime.

No Brasil, o crime de lavagem de dinheiro foi novamente regulamentado pela Lei 12.683 em 2012, que ampliou a abrangência da legislação penal. A legislação também configurou o crime como “dissimulação e ocultação da origem de recursos provenientes de qualquer crime ou contravenção penal”, o que inclui jogo do bicho e exploração de máquinas caça-níqueis.

Apesar da mudança na legislação, ainda é raro que acusados de praticar a lavagem de dinheiro sejam condenados pela Justiça no Brasil.