Desmantelada uma das maiores redes de tráfico de drogas entre Espanha e América Latina


A polícia da Espanha desmantelou uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas entre o país e a América Latina, informa nesta sexta-feira o jornal "El Pais". Na operação que teve colaboração da polícia internacional, 50 pessoas foram presas em cidades espanholas, entre elas Madri e Alicante, e na Argentina. Mais de 5,5 milhões de euros foram apreendidos, junto com 65 veículos de luxo – como Ferrari e Rolls-Royce -, seis iates e 3.400 quilos de cocaína. Parte da droga estava no Brasil.
 
A maior parte da quadrilha era formada por cidadãos do México e da Colômbia. Em um comunicado, a polícia afirma que rede contava com infraestrutura empresarial de importação e exportação entre Argentina e Espanha para realizar a movimentação de containers ente os dois países.
 
Os traficantes tinham um alto padrão de vida, gastando mais de 2 mil euros por dia. O dinheiro obtido com a venda da droga era lavado em concessionárias de veículos de luxo. Os automóveis ficavam em nome de testas de ferro. As lojas recebiam grandes somas em dinheiro.
 
Espanha faz também apreensão recorde de haxixe
 
Os pacotes de droga eram escondidos em carregamentos de maça e identificados com uma imagem do Pato Donald. O transporte se concentrava nos primeiros meses do ano, quando acontece a colheita da fruta na América do Sul.
 
Além do carregamento dos 3.400 quilos de cocaína achados na Argentina e no Brasil, a polícia também apreendeu 200 quilos de droga em container de sucata no porto de Barcelona.
 
Em outra operação, da agência de Vigilância Aduaneira, a Espanha fez a maior apreensão de haxixe em 10 anos. Vinte toneladas da droga foram encontradas em um barco pesqueiro, com bandeira da Holanda, em Cádiz. Os três tripulantes que estavam a bordo foram presos.