Cubano procurado pela Interpol é preso em SC


Um cubano procurado pela Interpol por desviar US$ 21 milhões do governo americano foi preso na manhã desta segunda-feira em São José, município da região metropolitana de Florianópolis (SC).

Segundo informações da Polícia Federal de Santa Catarina, Arbílio Yanes, 49, é procurado por fraude contra a saúde pública envolvendo medicamentos contra a Aids e lavagem de dinheiro. O crime foi cometido na Flórida por volta de 2005.

De acordo com o delegado da PF Ildo Raimundo Rosa, Yanes tem cidadania americana e ingressou no Brasil em 2006 com o visto permanente de investidor. Ele é dono de uma empresa de construção civil e investimentos imobiliários em São José, onde foi preso. Seu maior empreendimento é um condomínio com oito lotes na cidade de Biguaçu (Grande Florianópolis).

A localização de Yanes no Brasil foi descoberta por meio do programa Fim da Linha, implementado no ano passado pela Polícia Federal. O programa investiga a presença de criminosos estrangeiros no país.

Segundo Rosa, a "crença na impunidade era tanta que ele [Yanes] nem sequer quis encobrir sua identidade", fazendo uso de seu documento original.

O cubano foi preso quando estava em casa e encaminhado para o presídio central de Florianópolis. A PF aguarda o pedido do governo americano para a extradição do empresário, o que deve ocorrer em até 90 dias.