Autoridades da Arábia Saudita prendem príncipes e ministros por corrupção

O comitê de combate à corrupção, criado neste sábado pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, determinou a detenção de 11 príncipes da família governante e quatro ministros do atual governo do reino, informou a emissora saudita Al Arabiya.


Segundo a imprensa local, um dos membros da família governante foi detido por ter assinado contratos ilegais de venda de armas. Um outro príncipe foi acusado de celebrar acordos inexistentes, e um outro membro da família real supostamente estaria envolvido em esquemas de lavagem de dinheiro.

Neste sábado, o rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud, decretou a criação do Comitê Supremo de combate à corrupção, sob a chefia do príncipe herdeiro, Mohammad bin Salman.