Advogado de Passo Fundo é suspeito de desviar R$ 4 milhões de clientes


A Polícia Civil está investigando o caso de um advogado, de Passo Fundo, Região Norte do estado, suspeito de ter desviado R$ 4 milhões de clientes. O fato começou a ser apurado pelas autoridades após 15 moradores da região terem registrado boletins de ocorrência na delegacia.

O advogado já representou e representa, em várias cidades do estado, ex-acionistas que entraram na Justiça contra a Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT). Segundo o delegado Diogo Ferreira, da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, a estimativa é de que o suspeito tenha ficado de forma indevida com parte do dinheiro dos clientes.

“Acabava se apropriando de valores dessas vítimas que elas teriam direito a receber, e depois passava valores bem abaixo do que era previsto. Começou a transferir para nome de terceiros, criou diversas empresas em nome de familiares, para prejudicar as investigações e a reparação dos danos”, afirma o delegado.

O advogado está sendo investigado por lavagem de dinheiro e organização criminosa. Na terça-feira (3), foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Passo Fundo, Florianópolis e Itapema, Santa Catarina.

O advogado, que não teve o nome divulgado pela polícia, também teve a carteirinha da OAB suspensa.

Fonte: G1