Ferramenta do mercado ajuda empresas a conhecer verdadeiramente o cliente e a praticar a metodologia Know Your Customer

Fique em conformidade com os órgãos reguladores, saiba rapidamente a reputação de seu cliente e reduza os riscos de sua empresa ser lesada por criminosos

O programa Know Your Customer (KYC), na tradução literal “Conheça seu Cliente”, é uma das recomendações do GAFI (Grupo de Ação Financeira Internacional) que trata de regras e procedimentos a serem adotados pelas instituições financeiras na identificação precisa e continuada do cliente. O intuito é proteger empresas de criminosos que queiram usar os seus produtos e serviços, propositadamente ou não, para a lavagem de dinheiro.

Deste modo, o programa KYC reduz os riscos das instituições serem intermediadoras ou vítimas de práticas ilícitas, como se tem observado no curso das investigações da Operação Lava-Jato, por exemplo. Além de analisar o risco reputacional do cliente, o KYC também facilita na comunicação de operações e situações suspeitas aos órgãos de fiscalização e controle.

Segundo o GAFI, as empresas precisam saber quem é o seu cliente e qual é a sua capacidade financeira, por isso é importante implementar o programa antes de fechar negócios, a fim de colher informações relevantes para a tomada de decisões. Após firmar contrato, o KYC será essencial durante as transações financeiras que a empresa for realizar com o cliente. Por isso, as instituições devem ficar atentas para os seguintes tópicos:

  • para a identificação e a verificação do cliente (PF ou PJ), além do beneficiário, por meio de documentos e/ou informações obtidas em fontes confiáveis, como a Receita Federal, mídias de notícias e listas restritivas nacionais e internacionais;
  • para a verificação da atividade do cliente PF ou PJ;
  • para a verificação da capacidade financeira do cliente e o seu verdadeiro propósito em querer fazer negócios com a instituição;
  • após estabelecer o contrato, monitorar as transações do cliente, a fim de confirmar a veracidade das informações levantadas, além de detectar a origem dos recursos (de onde vem?) e o beneficiário final (para onde vai?);
  • manter o cadastro do cliente sempre atualizado, pois é a partir destas informações que a instituição poderá analisar o nível de risco reputacional que o cliente representa.

Tenha uma ferramenta completa de perfis suspeitos!

Já parou para analisar as possíveis ameaças que podem prejudicar os seus negócios? E não estamos falando de concorrentes! O perigo, muitas vezes, está bem embaixo dos nossos olhos. Por isso, conforme visto acima, é importante adotar o programa KYC em sua empresa, além de ser uma obrigação legal, você também pode evitar clientes inidôneos.

Atenta aos riscos reputacionais no mercado, a AML criou o Risk Money Due Diligence, plataforma mais inovadora de inteligência financeira e reputacional. A ferramenta oferece informações objetivas e filtradas em mais de 30 mil fontes sobre pessoas e organizações envolvidas em crimes econômicos, terrorismo e o seu financiamento, além de conter a relação mais completa do mercado de Pessoas Expostas Politicamente (PEP).

Também disponibiliza perfis com CPF/CNPJ e identificação de score de risco, de acordo com a metodologia ABR (Abordagem Baseada em Risco), diretriz recomendada pelo GAFI/FAT.

A ferramenta Due Diligence mantém a empresa sempre de acordo com as diretrizes e recomendações do Banco Central, GAFI, COAF e outras entidades públicas.

Saiba com quem está fechando negócios! Saiba mais sobre o Risk Money Due Diligence.