Como otimizar tempo em análise de riscos e aumentar a assertividade no tratamento de dados?

Entenda como a tecnologia é um instrumento fundamental nos processos de PLD-FT da sua empresa

O mercado financeiro e todas as empresas fiscalizadas pelo Banco Central precisam seguir uma série de medidas contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo. A base normativa encontra-se na Lei nº 9.613/98, posteriormente atualizada pela Lei nº 12.683/2012. Nesta legislação estão as diretrizes e principais políticas que de PLD-FT, incluindo a implementação de programas capazes de identificar seus clientes, atualização de cadastros, detecção de transações que possam configurar indícios de lavagem de dinheiro e a revisão dos programas de internos. 

Todavia, no âmbito de prevenção e combate à lavagem de dinheiro, o volume de operações realizadas diariamente no sistema financeiro pode ser encarado como um dos fatores que dificulta as políticas internas de PLD-DT; principalmente se a empresa não conta com o apoio de soluções inteligentes que auxiliem no processo de mineração e tratamento de dados. Com o uso de tecnologias, é possível consultar, de maneira automática, centenas de fontes e checar a integridade de um determinado cliente. Ela também auxilia nos processos de seleção e a análise de operações e situações consideradas atípicas ou suspeitas.

Conheça a principal ferramenta de tratamento de dados

Pensando em facilitar a rotina de quem trabalha na área de PLD-FT, a AML desenvolveu o Risk Money Due Diligence, maior e mais completo banco de dados reputacional da América Latina. Composto por cinco módulos (Mídia Tratada e Listas de Sanções Nacionais, Pessoas Expostas Politicamente, Listas Restritivas Internacionais, Consultas em Diários Oficiais e Informações Socioambientais), garantindo mais 99% de assertividade em pesquisas com a atribuição de CPF e CNPJ, tornando a avaliação de cadastros mais rápida e segura.

O Risk Money Due Diligence auxilia na realização de processos de diligência, poupando esforços e recursos no tratamento de dados e análises de falsos positivos, pois a mineração é feita previamente por uma equipe de especialistas que selecionam, avaliam e cadastram cada perfil de acordo com a informação desabonadora com a qual ele foi associado.

O banco de dados é atualizado diariamente, garantindo o acesso às informações reais e fidedignas sobre pessoas e instituições. Deve ser utilizado para mitigar riscos de imagem, de maneira que a instituição evite negócios com pessoas e organizações que possam estar envolvidas com a lavagem de dinheiro e os outros crimes conexos com esta prática. Além de ajudar a empresa a prevenir perdas decorrentes de fraudes.

Por fim, ajuda o setor obrigado cumprir com as normas regulatórias, evitando sanções e multas. Agora que você já viu o quanto é essencial contar com o apoio de uma solução tecnológica no tratamento de dados, que tal conhecer mais sobre o Risk Money Due Diligence? Conheça agora os 10 benefícios do maior banco reputacional da América Latina. 

Banner Risk Money Due Diligence