Moro diz que combate à corrupção no Brasil deve aumentar produtividade




Radar

O juiz Sérgio Moro afirmou que os casos de combate à corrupção no Brasil devem ajudar o país a obter maior produtividade. Segundo ele, a atuação de diversos setores no país contra crimes está crescendo o que deve resultar em benefícios para a economia. "No Brasil, nós podemos atrair mais investidores e tornar a democracia mais forte", afirmou Moro ao receber o prêmio de personalidade do ano da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. "A atuação no Brasil contra a corrupção está maior", completou.

Ele citou o caso da Operação Lava-Jato no qual tomou várias decisões judiciais e ressaltou que investigações são realizadas por diversos setores, como a polícia, e não apenas no Judiciário. O juiz mencionou ainda uma pesquisa que concluiu favoravelmente à continuidade das investigações no processo. Segundo ele, as pessoas ouvidas sobre as investigações concluíram em maioria que "houve proteção no Brasil contra a corrupção" com apoio à Operação Lava-Jato. "Ao todo, 80% dos brasileiros querem que o caso continue", afirmou.

O juiz ressaltou ainda que nos processos envolvendo corrupção os juízes devem agir com cautela. Outro aspecto importante, de acordo com ele, é a atuação de funcionários de outros cargos que atuam em casos de combate à corrupção, como os policiais. "A corrupção não é apenas um problema do governo ou do setor público. Há também os setores envolvendo líderes privados", acrescentou.

Moro negou a existência de problemas eventuais nas eleições no Brasil por conta da corrupção. "A democracia brasileira não está um risco", disse. "No Brasil, nós podemos atrair mais investidores e tornar a democracia mais forte."

Aproveitando o recebimento de prêmio nos Estados Unidos, Moro mencionou Theodore Roosevelt, que foi presidente americano entre 1901 e 1909 e atuou em casos de combate à corrupção. Segundo ele, os casos antigos de Roosevelt de combate à corrupção ganharam destaque durante o seu governo e lembram o que ocorre atualmente no Brasil. "Roosevelt falou que é uma honra para a nação no combate à corrupção."

Ao final de seu discurso no recebimento do prêmio, em Nova York, Moro destacou que o Brasil precisa restaurar a confiança de maneira geral após os casos de apuração de corrupção. "Nós precisamos restaurar a confiança em nós mesmos e agindo assim também vamos restaurar a confiança do mundo em nosso país. Nada de baixar a cabeça. O futuro só pode ser visto olhando acima do horizonte. Então, ele precisa ser elevado."

 

 

 


Valor Econômico
http://www.valor.com.br/politica/5527649/moro-diz-que-combate-corrupcao-no-brasil-deve-aumentar-produtividade